Publicado em 01.10.2016 - Blog do CBP - Sem comentários

Capelania EscolarDICA DO CAPELÃO

Primavera 

 

Chegamos à PRIMAVERA, estação que celebra as flores, as cores, aromas, a diversidade e a pluralidade das belezas da natureza, a alegria, a luz, enfim, a Primavera é a celebração da vida!

As estações – incluindo a primavera; não são eventos com uma “data qualquer”, escolhida ao acaso no calendário, antes, são determinadas por fenômenos da natureza, que geram mudanças em nosso ciclo de vida.

No caso da Primavera existe um fenômeno do nosso sistema solar que justifica e explica esta mudança e, assim, define o início desta estação.

Anualmente, entre os dias 22 e 23 de Setembro, ocorre um fenômeno em nosso sistema solar chamado EQUINÓCIO onde a duração do dia é idêntica à da noite e os hemisférios Norte e Sul recebem a mesma quantidade de luz, contudo, e é aqui que vale apena nos atentar, pois, a igualdade só ocorre neste momento, para depois, a LUZ IR AUMENTANDO, aumentando, aumentando até o SOLSTÍCIO – onde os raios solares atingem o seu ápice e temos o DIA MAIS LONGO, ou seja, a luz é maior e vence as trevas.

A PRIMAVERA, com sua manifestação de vida, é a estação que melhor expressa a ADORAÇÃO ao Criador, e ainda, é uma alegoria da natureza do início da vitória da luz sobre as trevas.

Vamos refletir sobre duas vertentes, a da Luz sobre as trevas, e a do ecossistema como adoração.

A BÊNÇÃO DA CRIAÇÃO

No princípio criou Deus os céus e a terra, a terra era sem forma e vazia, havia trevas sobre a face do abismo e o Espírito Deus se movia sobre a face das águas, e disse Deus: Haja luz, e houve luz …. E viu Deus que a luz era boa … houve tarde e manhã do primeiro dia. Gênesis 1.1-4

Pela fé, os antigos alcançaram bom testemunho, pela fé creram – cremos nós, que o universo foi criado pela Palavra de Deus, pela fé cremos que do nada tudo veio a existir!

Importante ressaltar que, mais do que detalhar os eventos e detalhes da criação, o livro de Genesis nos apresenta o DEUS CRIADOR!

Voltando à PRIMAVERA e à Natureza, ao nosso ecossistema:

 Por que devemos nos atentar, nos preocupar e cuidar da natureza?

Porque o ecossistema é parte DA OBRA PERFEITA DO DEUS ETERNO!

Mais do que o uso correto do bem criado por Deus, é necessário entender que a natureza FALA / REVELA algo do caráter de Deus a nós! Paulo declara aos romanos:

“Porque os atributos invisíveis de Deus assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas.” Rm 1.20

Jesus nos chama a atenção para que OBSERVEMOS os lírios dos campos e as aves dos céus! Por que?

Observem as aves do céu … Vejam como crescem os lírios do campo. Mateus 6:26; 28

Porque além de podermos admirar a Sua obra perfeita, ELE –  o próprio Deus – deseja falar conosco através da natureza.

Deus tem falado muitas vezes e de muitas maneiras (Hebreus 1.1), e uma das maneiras que o Eterno quer falar conosco é através da perfeição, das cores, dos aromas, dos sabores, dos sons, enfim, da PERFEIÇÃO de sua obra, da Natureza.

NATUREZA E ARTE – Obras mortas que retratam a natureza viva – Picasso, Monet, Van Gogh, etc; são guardados a ‘sete chaves’, transportados por empresas especializadas, valem MILHÕES DE DÓLARES, enfim, valorizamos mais o retrato pintado pelos homens – copia, do que a obra criada pelo Deus Eterno – original!

Tudo que Deus faz é bom, gera bondade, alegria, vida e paz, contudo, nas mãos de homens perversos, incrédulos e/ou irresponsáveis pode virar maldição!

A MALDIÇÃO NA CRIAÇÃO

E disse a Adão por causa do que fizeste, MALDITA será a terra por tua causa, em fadigas obterás dela o sustento durante os dias da tua vida, ela produzira também cardos e abrolhos, e tu comerás a erva do campo. Gen 3.17-18
É importante ressaltarmos novamente: DEUS NOS DEU A PERFEIÇÃO!

Deus declara que toda a sua obra é boa, e que sua vontade é boa, perfeita e agradável!

É a partir da ação de desobediência do ser humano à Palavra de Deus que a natureza se torna – de certo modo, adversária do homem!

3º LEI DE NEWTON – Pestes e epidemias, enchentes, avanço de animais selvagens em residências, aquecimento global etc. – TUDO ISTO É CAUSA E EFEITO – ação e reação, simplesmente o FRUTO direto do nosso pecado! Qual pecado? Indiretamente, todo e qualquer, contudo, diretamente o NÃO CUIDADO do meio ambiente!

A palavra ‘ecologia’ contém duas palavras de origem grega, a saber:

Oikos – Casa

Logia – Razão, estudo e/ou conhecimento.

Ecossistema, portanto, é conhecimento pleno da própria casa, mas não de uma casa externa – tipo um apartamento, que ao sair para o trabalho você fecha e se distancia, a casa, nesta palavra, tem sentido de parte da minha existência, ou seja, a natureza (o meio ambiente) é uma extensão de mim mesmo!

No texto de Apocalipse temos várias manifestações da ira de Deus sobre a humanidade a partir de fenômenos da natureza – Catástrofes, terremotos, vulcões etc.

A natureza hoje é instrumento – meio; de adoração, naquele dia será de juízo!

 

A ADORAÇÃO NA CRIAÇÃO

“Os céus proclamam a tua Glória, o firmamento anuncia as obras das suas mãos, um dia anuncia a outro dia, uma noite revela conhecimento a outra noite…” Salmos 19.1-2

A natureza foi criada para nosso uso, para nosso beneficio, para nossa alegria, para nossa sobrevivência, mas, também, para LOUVOR E HONRA AO DEUS CRIADOR

Lugar da Adoração – A adoração que é buscada por Deus é em espírito e em verdade – isto é um status de atitude de coração, não um lugar! Visto que, assim como nosso corpo é templo do Espírito Santo, a Natureza é a nossa casa de Adoração!

É aqui, neste lugar, neste planeta que adoramos ao Deus Eterno. Precisamos amá-lo, cuidá-lo e preservá-lo!

Não adoramos a natureza como algo divino, mas admiramos, respeitamos e reverenciamos o DEUS CRIADOR!

Cuidar do ecossistema não é uma mera questão de educação ou cidadania, é uma atitude de ADORAÇÃO!

Para encerar, voltemos ao início do crescimento da Luz sobre as Trevas. Da vitória do bem sobre o mal, da vida sobre a morte, de Jesus sobre o Pecado!

Quando o Deus Eterno separa a Israel como nação Sacerdotal, com objetivo único de que Israel tornasse o nome do Deus Único e Verdadeiro conhecido inicia-se a nossa Primavera, a Vida e a Luz verdadeira se manifesta em Cristo!

“nELE está a vida, e a vida é a luz dos homens, a luz resplandece sobre as trevas e as trevas não prevaleceram sobre ela. João 1.3-4

Sim, Jesus é a nossa vida, Jesus é a luz do mundo, a nossa Primavera se manifesta no Filho de Deus!

É Deus quem declara a Israel: “Este vos será o principal mês, o primeiro mês do ano” Ex 12.3 – o Mês de Aviv (Nissan) é o mês que inicia o calendário Judaico, e no 10º dia deste mês inicia-se a celebração da PÁSCOA, que para nós é a representação máxima da alegria, da luz, da paz, vida, vida em abundância, vida eterna em Cristo Jesus o Senhor!

Foto Públio

 

 

 

Pastor Publio Azevedo
Capelão e Professor do CBP